quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Dimensão



O sono chegou...Logo a voz de minha irmã já falecida há alguns anos, entra em cena...
“Mana...me dê a mão. Quero que você conheça minha nova FAZENDA. Passou por um longo corredor e entrou em um quarto apontando com o dedo e disse: “Olhe...aqui é o quarto da minha filha mais velha;andou mais um pouquinho e apontou esse é o quarto do meu filho mais velho e assim foi mostrando os quartos dos outros filhos...”
Mas... acredite, não vi nada, absolutamente nada. Estavam totalmente vazios...
Sempre puxando-me pela mão, sua voz se fazia ouvir. Mas... só sua voz e a das crianças que brincavam do lado de fora da dita fazenda; que sorriam e gritavam, fazendo aquela farra. Finalmente seu quarto: “ Olhe mana, o meu quarto; não é lindo? Apontando o dedo...”  Com toda certeza... Não havia nada. Somente o seu velho guarda-roupa, mais nada. Só não entendia, por que o guarda-roupa estava tão agarrado ao teto? Como foi armado? E como conseguiram? E inacreditável!Resolvi olhar para o chão e o que vi não foi nada agradável era sem piso, somente terra, um pouco avermelhada e mais nada.
Depois...Agora venha ver o terreiro! Fui...sempre puxando-me pela mão...
Não vi terreiro...Só um imenso e largo muro, que separava o chão das nuvens.
Largo e alto demais para ser verdade. É incrível! Nunca vi coisa assim.
E eu sempre me surpreendia a todo momento e finalmente resolvi perguntar: Mana...porquê um muro “tão” alto?
Ela me respondeu: “Ora...não é um muro! É uma árvore! É uma árvore secular, Ela tem anos e mais anos...” Fiquei boquiaberta... –Uma árvore e secular? Não parece!
Ela continuou...Veja sua copa, que maravilha! E suas folhas, como são grandes!
Comecei a estudar a “DITA ÁRVORE”. Que coisa esquisita essa árvore! Não parece... Comecei a passar as mãos no seu largo tronco e o que vejo? Algo que me chamou á atenção. Uma bola enorme, agarrada no seu tronco, tentei puxá-la mas, foi inútil, ela estava agarradíssima no muro, quero dizer:na árvore. Logo, ela resolveu desgrudar...
Que fruta grande e esta madurinha!! Resolvi colocar na boca, e que sabor! Parece jabuticaba! É jabuticaba!!!! Que delícia!!!!!! É a fruta que mais gosto !!!
Serenamente ela justificou “Não...Não é um pé de jabuticaba!!
Eu retruquei: É jabuticaba sim... Ela tem o sabor de jabuticaba!É um pé de jabuticaba!
Novamente disse bem baixinho... sinto muito...
Esta árvore, essa imensa árvore chama-se DIMENSÃO .
Repeti: dimensão...e parei...É pode ser, pelo tamanho .
Eu ainda perguntei: E qual é o nome dessa árvore? Pode me dizer?
Ela respondeu: “Sim... Mas você vai adivinhar... Veja bem... Você vai até a porteira e de lá, vai ficar de frente para a fazenda e saber o seu nome
Fui...Olhei e não vi nada escrito   _ Ela falou já com uma voz sumindo: como é mesmo o nome dessa árvore?   Eu respondi: Você me disse que ela se chama Dimensão . Ela falou : Liga uma coisa com outra...
Eu falei bem alto: Ah! DIMENSÃO! FAZENDA DIMENSÃO!!!!!
E sua voz sumiu...



Após esse sonho... passaram-se alguns dias recebemos uma pessoa muito especial, que ao chegar em nossa casa, se surpreendeu com o quadro na parede, defronte a porta de entrada. Ela parou... Olhou,e se deliciou com a bela arte, nativa da África...
O quadro exposto na sala, foi presenteado por uma pessoa muito especial...que em sua jornada á África, escolheu a tela para nos presentear. Segundo os nativos, tem grande simbologia e é considerada sagrada para eles.
E sobre isso...É outra história, que já está escrita, cuja autora não sou eu. Aguarde!
2012_O8_O6 DOMINGO  - INTERESSANTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário